Como ter uma casa segura para os idosos?
  • 10/03/2021

Como ter uma casa segura para os idosos?

Vamos cuidar dos nossos idosos mesmo de longe

Em tempos de pandemia e isolamento social é preciso atentar para a segurança dos idosos nos espaços domésticos, visto que 80% das lesões em pessoas com mais de 50 anos ocorrem em casa. Um em cada três adultos com 65 anos ou mais sofrem uma queda a cada ano, aumentando a frequência a partir dos 80 anos. 

As ações preventivas devem começar o quanto antes, já que a maioria das quedas resultam em fraturas, principalmente em pessoas com osteoporose por conta da diminuição da mobilidade e a fragilidade dos ossos. 

É importante que durante o isolamento haja o hábito de realizar exercícios para fortalecimento da musculatura, coordenação e equilíbrio, além de alongamentos. No entanto, para a realização dessas atividades é preciso de um ambiente amplo, com apoios e livres de obstáculos no chão, como tapetes. 

Os principais perigos para os idosos nas residências estão em pisos escorregadios, tapetes, falta de iluminação, o uso de cadeiras para pegar objetos que estejam em níveis acima da altura da cabeça e camas, mesas e pias altas ou baixas demais. Além disso, é preciso corrigir os problemas de visão e ter atenção com condições crônicas que possam causar desorientação. 

As soluções para manter o espaço residencial seguro e evitar quedas são usar pisos antiderrapantes, mesas com quinas arredondadas, rampas onde houver desnível, corrimão em escadas ou rampas, fogões com sensores que avisam quando o fogo está ligado, retirar tapetes, adequar móveis, pias e acessórios a uma altura ideal e instalar cadeiras no box do banheiro que, inclusive, reduzem em 40% o risco de queda.