Baropodometria - Teste da pisada
  • 27/01/2022

Baropodometria - Teste da pisada

Horário de Funcionamento
Segunda a sexta – das 13h às 19h. Atendimento só com hora marcada.

O exame de BAROPODOMETRIA - conhecido também como TESTE DA PISADA -além deidentificar os maiores pontos de pressão nos pés ao longo do dia ele atua como uma forma de prevenção as dores nas pernas, joelhos e até mesmo na coluna.

As dores podem ser evitadas ou solucionadas, uma vez que, o paciente distribua de forma adequada o peso e impacto do corpo enquanto caminha ou corre.

O exame é fundamental também para quem precisa usar palmilhas funcionais. Ele dá a você ou ao corredor, ciclista e outros atletas todas as informações necessárias para melhorar a sua performance, prevenir lesões e alcançar um caminhar correto e mais confortável.

Para realizar o diagnóstico é utilizado um equipamento chamado Baropodômetro, responsável por capturar pontos de pressão na sola do pé que são convertidos em unidade de pressão (quilopascal).

AVALIAÇÃO DO EXAME DE BAROPODOMETRIA

A avaliação detalhada éfeitapor um profissional habilitado, na maioria das vezes um fisioterapeuta, e é indicada para quem apresenta dores nos pés ou em outras regiões do corpo, como nos joelhos, quadril e coluna.

Além disso, a avaliação é indispensável na prevenção de lesões nos pés de pacientes diabéticos, possibilitando diagnóstico funcional preciso, contribuindo assim, para um tratamento mais assertivo. Não requer preparação prévia.

Para quem necessita usar palmilhas funcionais, a avaliação apresenta todas as informações fundamentais para a confecção da melhor palmilha para o paciente.

A avaliação dinâmica, através de uma plataforma digital, entrega relatórios visuais que permitem ao profissional habilitado, apresentar ao paciente dados que o auxiliam na tomada de decisão nos tratamentos adequados para redução da dor de dores crônicas no pé, joelho, quadril e coluna.

Por que fazer uma avaliação de Baropodometria?

Possibilita o diagnóstico funcional preciso, contribuindo para um tratamento mais assertivo.
Auxilia no tratamento e eliminação da dor do paciente;
Determina a necessidade de utilização de palmilhas funcionais ou outras ortéses;
Reduz dores crônicas em pé, joelho, quadril e coluna.