Blog

Conheça a Musculação Terapêutica

Conheça a Musculação Terapêutica

Envelhecer desgasta o corpo humano, independente do estilo de vida o envelhecimento causa o enfraquecimento dos ossos, músculos e articulações. É possível ainda piorar esse quadro, pessoas que não praticam atividades físicas apresentam perda progressiva de aptidão física e qualquer atividade pode, por mais simples que seja, como caminhar, pode exigir um imenso esforço.

Mas nem tudo são notícias negativas; mesmo tendo levado uma vida sedentária até agora, é possível reverter esse quadro.

Se você já teve que fazer algumas sessões de fisioterapia, sabe que é bem comum dar uma passadinha na sala de musculação para fazer algum tipo de exercício com pesos. E se você faz parte do time da malhação, também deve saber que alongamentos e os exercícios “mais leves” da fisioterapia são muito importantes para a elasticidade e para as articulações do corpo. Agora a união de exercícios físicos e fisioterapia ganhou um nome: Musculação Terapêutica.

Como funciona a musculação terapêutica

Muita gente acredita que o termo “musculação” está ligado a exercícios físicos pesados e aparelhos complexos de academia, mas na verdade o termo quer dizer “ação muscular”. Por isso, é muito importante que todos pratiquem musculação, independente da atividade escolhida.Já está comprovado que uma boa saúde estáaltamente atrelada ao trabalho muscular, que garante uma melhor capacidade aeróbica, boa flexibilidade e força muscular dos indivíduos.

Benefícios da musculação terapêutica

Fortalecer o corpo não é apenas um benefício estético buscado pelos jovens.O treinamento de força pode ser muito útil para reduzir os sintomas de várias doenças e condições que costumam aparecer com a idade, como artrite, diabetes, osteoporose, obesidade, dores no corpo e depressão.

Artrite

Pesquisas mostram que a musculação terapêutica reduz a dor e aumenta em até 43% a força muscular de pacientes com artrite.

Equilíbrio

Exercícios de fortalecimento aumentam não apenas a força, mas também a flexibilidade. Isso diminui a probabilidade de quedas em indivíduos idosos, em quem a falta de equilíbrio contribui para tombose consequentes fraturas.

Fortalecimento dos ossos

A partir dos 25 anos, nossa massa óssea começa naturalmente a perderdensidade,principalmente nas mulheres.Exercícios de força são imprescindíveis para retardar essa perda e evitar a osteoporose.

Glicose

Exercícios de força, como os da musculação terapêutica, já se mostraram grandes aliados de pacientes com diabetes,que possuem maior risco de sofrer com doenças cardíacas e renais, além de teremgrandes chances de desenvolver cegueira.A prática de atividades físicas e o ganho de força podem retardar ou diminuir os sintomas e as consequências da diabetes.

Quem pode realizar a musculação terapêutica?

Objetivos da musculação terapêutica

O objetivo da prática é tornar o corpo do indivíduo mais funcional e saudável, para continuar a executar tarefas rotineiras independentemente da sua idade ou condição corporal. A prática também pode proporcionar benefícios estéticos, como definição muscular, mas o foco é a reabilitação, manutenção ou até desenvolvimento de um melhor condicionamento físico. Caso seja esse o seu caso, a musculação terapêutica é a escolha certa para você, independente do seu grau de sedentarismo ou problemas de saúde.

Musculação terapêutica na Orto Center

Na Orto Center, clínica de ortopedia no Rio de Janeiro, você pode realizar sessões de musculação terapêutica com o Dr. Philippe Corrêa de Carvalho todas as segundas, quartas e sextas, em sessões de 50 minutos, das 15h às 21h. Devolva ao seu corpo a força e a capacidade que ele tem com a musculação terapêutica.

 

Dr. Philippe Corrêa de Carvalho (CREFITO 52717-F) | Conheça a Musculação Terapêutica

Dr. Philippe Corrêa de Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>