Blog

O frio e as dores nas articulações

O frio e as dores nas articulações

Com a chegada do inverno, muita gente começa a reclamar de dores nas articulações. Mas será que as baixas temperaturas têm mesmo o poder de causar tanto incômodo?

A resposta é sim, mas não por ficarmos mais encolhidinhos, como nossa avó dizia. Apesar de não termos dados comprovados, existem algumas teorias que tentam explicar por que sentimos mais dores no frio. A primeira delas diz que nossos músculos, tendões e ligamentos ficam mais rígidos, como se estivessem congelados mesmo, e isso os torna mais sensíveis à dor. A segunda teoria sugere que, em baixas temperaturas, nossos vasos sanguíneos ficam mais contraídos para não perdermos calor corporal, aumentando, assim, a sensibilidade à dor.

Não importa muito a explicação, a prescrição para solucionar o problema é a mesma: se exercite! Isso é muito importante no frio, mas também deve ser feito em temperaturas mais confortáveis. Alongue seu corpo sempre que passar muito tempo na mesma posição, seja dormindo, trabalhando ou em pé numa fila. Se você ainda não possui o hábito de exercitar, comece aos poucos, pois mesmo atividades físicas leves podem fortalecer sua musculatura e deixar o seu corpo muito mais saudável e protegido.

Dores frequentes nas articulações: O que pode ser?

Agora, se as dores forem mais fortes e persistentes, suas causas podem ser mais sérias do que a temperatura. Isso pode acontecer porque, a partir dos 25 anos, nosso corpo já começa a dar sinais de desgaste que fragilizam e sensibilizam as articulações, e isso pode causar algumas condições indesejadas.

Artrite e Artrose

Em uma articulação saudável, a cartilagem presente nas extremidades dos ossos evita que ocorra muito atrito entre um osso e outro. O desgaste dessa cartilagem é comum com a idade ou por sobrecarga nas articulações, mas quando esse quadro piora e o atrito começa a causar uma inflamação (responsável por dores esporádicas), diz-se que o paciente está com artrose.

Já a artrite é um caso mais grave: a inflamação é abrangente e acontece logo no início, exigindo tratamento imediato. Anti-inflamatório e terapia podem solucionar esses quadros, mas é comum que haja a necessidade de uma intervenção cirúrgica.

Subcondroplastia

Nos dias de hoje, esses problemas podem ser resolvidos sem muita dificuldade, graças a um processo cirúrgico simples e pouco invasivo: a subcondroplastia.

Essa cirurgia serve para tratar o problema inicial da artrose. Primeiro é feita uma pequena incisão e, através dela, um furo na região do osso. Depois, é aplicada uma massa que estimula o osso a ficar mais firme e trata a área trincada. A recuperação é rápida e não envolve o uso de próteses: o paciente pode ir para casa logo após a cirurgia e não precisa usar muleta (no máximo, uma bengala). Em um dia a pasta já atinge a rigidez completa, equivalente à de um osso saudável.

De acordo com o Dr. Pedro Henrique Brandão, ortopedista da Orto Center, “os resultados da subcondroplastia têm sido promissores tanto para problemas no joelho quanto no quadril. Logo depois da cirurgia, os pacientes normalmente já não sentem mais a dor de antes e são capazes de andar normalmente”.

Cirurgia de artrose no Rio de Janeiro

Se você apresenta fortes dores e limitações nos joelhos ou no quadril que não melhoram com medicamentos e fisioterapia, provavelmente você é um candidato à cirurgia. Entre em contato com a Orto Center, clínica ortopédica no Rio de Janeiro, e marque sua consulta com o Dr. Pedro Henrique Brandão, especialista em cirurgias no joelho e um nome de referência quando o assunto é subcondroplastia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>